15 de mar de 2010

"Ainda há tempo"

Ainda hoje eu sonhei;
Foi aí que despertei...
Descobri que ainda há tempo!
Nem tudo está perdido;
Onde se descobre que há um sentido...

Foi tentando acertar que eu errei...
Agora é tentando corrigir que me deparei:
Deparei-me com meus medos...
Deparei-me com os meus desejos...

Com tudo aquilo de mais bonito,
Com tudo que acredito...

Uma força divina me trouxe até aqui,
E não me deixou desistir.
Me fez acreditar sempre que ainda há tempo...

Que ainda se pode mudar o rumo,
Entrar no prumo...
Fé, amor, esperança e perseverança...
Acreditar que se pode voltar a ser criança,
E na Confiança...
Realizar a mudança!!!!


Rosinéia Diana Balbino
Poesia inscrita na último concurso do BB

Nenhum comentário:

Postar um comentário