3 de jun de 2010

"PROJETO VISÃO DE LIBERDADE VAI ATENDER DEFICIENTES VISUAIS DA ÁFRICA"

Os materias feito por detentos da Penitênciária de Maringá agora vão atender também deficientes visuais de Guiné-Bissau na África.
Padre Jeferson Batista da Cruz da Paróquia Santo Cura D'ars de Paiçandu, juntamente com essa que vos escreve, fez a ponte e a partir de agora serão encaminhado os materiais para atender os africanos.
É com muita alegria que comemoramos mais essa vitória.
O projeto Visão de Liberdade foi contemplado no mês de janeiro/2010 com o repasse de R$ 30 mil da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (Anabb).
A vinda do  recurso se deu a partir da descoberta da necessidade de investimento para modernização/ampliação/compra de novos equipamentos.
Em visita a Penitênciária como gerente de contas da maioria dos funcionários que prestam serviços naquele local, descobri o projeto.
E através da ANABB, onde represento os funcionário do Banco do Brasil em um grupo temático, descobri o recurso para ser investido em projetos sociais para apenados.
E juntamente com o Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg) e a direção da PEN elaboramos a solicitação do recurso junto à associação.
Há quase seis anos, o projeto Visão da Liberdade possibilita que os internos da Penitenciária Estadual de Maringá desenvolvam materiais de apoio para os deficientes visuais. Por meio do projeto são digitados livros em braile, produzidos material em relevo, pré-bengalas para crianças e o livro falado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário