14 de dez de 2011

NOVO RUMO


Olhando para este céu infinito o que sinto é um desejo enorme de mudar de rumo.
As vezes penso que parei...
Mas na verdade caminhar sempre na mesma direção pode não levar a lugar nenhum.
Por isso decidi mudar de rumo... E como em um vôo ... mudar a direção.
Se continuar fazendo as mesmas coisas vou ter sempre os mesmos resultados.
E como diz a canção: “ Não se iluda, pois nada muda se você não mudar.”
Olhar para frente e seguir em frente... Se preciso, olhar para o lado e prestar atenção em volta.
Voltar já não dá mais...Se quiser recordar às lições que a vida ensinou.
Um novo tempo está surgindo é como se tivesse passado em baixo do arco-íris e encontrado o pote de ouro reservado para este momento... Para este dia...
Recordo-me ainda por quantas desilusões passei... Mas nunca perdi a fé e a esperança.
Agora realizando a mudança...
Não há mais pedras em meu caminho...
Somente vejo nuvens...
É como se o sonho que sempre sonhei tornasse realidade.
Pessoas vem e vão...
Amores que pensei ser eterno acabaram-se antes mesmo do amanhecer.
Amanhecer este que me anima e me dá a esperança de viver...viver... e viver...
Rosineia Balbino

Nenhum comentário:

Postar um comentário